Artigos

Executar programas sem solicitar senha do administrador

Se você é usuário do Windows já deve ter se deparado com o UAC. O propósito do UAC é melhorar a segurança no Windows, o que ele faz bem, mas ao custo da facilidade de uso.

Em um ambiente corporativo é comum os usuários não terem poderes para instalações ou modificações do sistema, eles apenas conseguem ter acesso padrão como executar os aplicativos, alterar a aparência, entre outros.

Existem muitos programas que precisam ser autorizados pelo UAC para que possam ser executados. Alguns usuários optam por desativar o UAC (o que NÃO é recomendável), mas ao invés disso, que tal desativá-lo apenas para certos programas ao invés de desativá-lo por completo?

Essa possibilidade existe e é recomendada pela própria Microsoft como mostro no artigo abaixo (requer conhecimento intermediário a avançado em ambientes Windows). 

Existem duas formas de se fazer isso, a primeira é a mais simples (Opção A) e funciona em vários casos. Se mesmo assim a aplicação exigir um usuário de nível mais elevado para executá-lo então parta para a opção B.

Irei supor que você tem um ambiente onde apenas alguns usuários possuem acesso do tipo "Administrador" o que permite realizar instalações e qualquer outro procedimento no computador local. Os demais usuários são do tipo "Padrão", que não permite instalações/desinstalações e que infelizmente algum aplicativo não permite a execução com usuários deste tipo. Quando o usuário padrão tenta executar o aplicativo é exigido elevação do nível para um que seja administrador. Um exemplo de aplicativo que isso ocorre é o Sony Sound Forge, Nikon Browser, algumas IDE de programação e alguns aplicativos da Adobe.

Daremos acesso Administrador apenas para o aplicativo desejado, todo o restante da máquina respeitará o nível do usuário padrão.

Opção A

  1. Clique com o botão direito sobre o aplicativo que deseja dar acesso como Administrador e selecione "Propriedades" (poderá ser solicitado elevação neste procedimento, sendo assim, entre com o usuário Administrador para conceder este acesso).
  2. Vá na aba "Compatibilidade", dentro dela marque a opção "Executar este programa como administrador"



  3. Clique no botão "Alterar configurações de todos os usuários".
  4. Marque novamente a opção "Executar este programa como administrador"
  5. Clique em OK em todas as janelas, reinicie o computador para ter certeza que será aplicada a configuração de forma correta.
Se não funcionar passe para a Opção B.
 

Opção B

  1. Primeiro, faça o download e instale o Application Compatibility Toolkit.

    Se utilizar Windows 7, Vista, Windows 10 (abaixo da versão 1809) ou Windows 2008 clique aqui.
    Se utilizar Windows 10 (na versão 1809 ou acima) ou Windows 2016 clique aqui.

  2. Encontre o no menu iniciar o programa "Compatibility Administrator". Clique com o botão direito do mouse sobre ele e escolha "Executar como administrador". Utilize a versão 32 bits ou 64 bit de acordo com o aplicativo que deseja dar permissão (os procedimentos abaixo serão os mesmos).

  3. No painel do lado esquerdo, clique com o botão direito em Database sob o item Custom Databases, selecione "Create New" e em seguida selecione "Application Fix".



  4. Digite o nome e os detalhes do programa que você quer alterar e navegue até selecioná-lo. Clique em Avançar. Vou usar um programa qualquer neste exemplo.



  5. Não altere as telas seguintes e clique em "Avançar" até chegar na tela "Compatibility Fixes".

  6. Na tela "Compatibility Fixes", encontre o item "RunAsInvoker" e selecione-o.



  7. Clique em "Avançar", não altere mais nada na tela seguinte e depois clique em "Finalizar".

  8. Selecione o menu "File" e "Save As". Dê um nome simples para a nova base de dados e clique em OK.



  9. Salve o arquivo com o nome simples (exemplo app.sdb) em um diretório fácil de encontrar. Eu por exemplo salvei em C:\Temp



  10. Navegue até o menu Iniciar, clique com o botão direito do mouse no ícone do Prompt de comando e selecione "Executar como administrador".

  11. Execute o seguinte comando no prompt:

    sdbinst <caminho>\<nome>.sdb

    Onde <caminho> é o local onde você salvou o arquivo e <nome>.sdb é o nome do arquivo que você colocou. Exemplo:

    sdbinst C:\Windows\app.sdb



  12. Você deve ver uma mensagem de confirmação.

E pronto! O Windows não irá mais invocar o UAC sempre que você executar o programa que você alterou.

Esse método é recomendado pelo Microsoft, apesar de aparentemente ser mais trabalhoso do que desativar completamente o UAC ele é bem mais seguro.